Seguidores

Dados da transmissão

Web Rádio "Saudade Sertaneja"
Transmitindo em  
De Bauru, Estado de São Paulo, Brasil
Hoje ,   Horário de Brasília:
Música atual:

Rádio Clube da Viola de Bauru - para ouvir clique no play

O som da verdadeira Música Sertaneja

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Comunicar a venda do veículo evita problemas como pontos indevidos na carteira

cnh

Ao comprar, vender ou simplesmente transferir um veículo, é imprescindível que se comunique ao Departamento de Trânsito – DETRAN de sua cidade. A recomendação parece óbvia, mas se não levada em consideração pode trazer problemas como a pontuação indevida na carteira de habilitação.

O que o vendedor deve fazer

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro é obrigação do vendedor comunicar a transação ao DETRAN: “No caso de transferência de propriedade, o proprietário antigo deverá encaminhar ao órgão executivo de trânsito do Estado dentro de um prazo de trinta dias, cópia autenticada do comprovante de transferência de propriedade, devidamente assinado e datado, sob pena de ter se responsabilizar solidariamente pelas penalidades impostas e suas reincidências até a data da comunicação”, CTB art. 134.

Para efetuar o procedimento é necessário:

· preencher e reconhecer firma do Certificado de Registro de Veículo (CRV);

· fazer 02 cópias autenticadas desse documento;

· preencher o formulário de comunicação de venda (disponível no site do DETRAN )

· entregar esse formulário juntamente com 01 cópia autenticada do CRV e do RG no setor de cadastro do DETRAN/CIRETRAN ou a um despachante de sua confiança.

Dicas: Nunca entregue o CRV em branco ou sem data para o comprador.

Só com a comunicação feita, o ex-proprietário se isenta de eventuais pontuações e ou responsabilidades que novo proprietário de seu ex-veículo possa vir adquirir.

O que o comprador deve fazer

Para quem compra, é fundamental que se verifique os documentos apresentados pelo vendedor do veículo. Tais como: CRV (Certificado de Registro do Veículo); CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) do ano vigente; Os dois últimos anos do IPVA pago; Seguro Obrigatório (DPVAT) do ano recolhido.

O comprador deve ainda consultar se há débitos junto ao DETRAN / CIRETRAN.

Fonte: www.documentoonline.com.br

Imagem: http://naopodeterdo.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário